Blog

Silk, transfer, sublimação e bordado: qual é a diferença?

A confecção de uniformes vai além de bons cortes e da qualidade dos tecidos. Com o objetivo de corresponder à identidade de uma marca, é importante contar com elementos próprios da organização. Normalmente, há o uso do logotipo, de mascotes ou mensagens que remetam ao negócio ou à  determinada campanha.

Para isso, há o processo de estamparia. Nele, existem diferentes técnicas que incluem silk, transfer, sublimação e o clássico bordado. Não sabe a diferença entre eles? Nós explicamos! Confira:

Silk

Também chamado Silk Screen ou Serigrafia, o silk é um processo de impressão à base de tinta. Na estampa, é usada uma tela para cada cor desejada. Por exemplo, se o desenho desejado tiver sete cores, serão usadas sete telas diferentes. A durabilidade das estampas feitas com silk é bastante alta e não desbota com a lavagem. Outra vantagem é que o processo pode receber calor e, assim, é possível passar a peça sem preocupação.

Transfer

Transfer significa transferência. Nesse processo, a tinta é transferida do papel para o objeto desejado. Além da aplicação em camisas, é possível aplicar em chinelos, canecas e outros itens. A estampa em transfer é bastante tradicional e, resumidamente, há a colagem da tinta impressa no objeto utilizando uma prensa térmica. O processo de estampar camisetas é bastante simples e reproduz com perfeição desenhos e fotos.

Sublimação

A sublimação é um processo físico. Nela, as partículas de uma substância em estado sólido passam para o estado gasoso sem antes terem passado pelo líquido. A tinta usada nesse tipo de estampa se funde à fibra da malha ou do tecido e deixa a estampa sem toque. Assim, passa a sensação de que o produto já foi fabricado com a estampa. As maiores vantagens destacadas desse processo são a qualidade do acabamento, a maior durabilidade e a grande variedade de produtos que podem receber sua aplicação.

Bordado

O bordado é a técnica mais antiga entre as listadas. Muito usado em camisas sociais, é ideal para uniformes que precisam de aplicações mais elegantes e delicadas. A indicação é que seja utilizado em desenhos menores, como logos e frases curtas. O processo, além da máquina de bordar, necessita de um programa de computador especial para fazer a transferência. Para cada imagem, é preciso uma matriz nesse programa.

Ficou em dúvida sobre qual é o melhor processo? A resposta vai variar de acordo com as características da peça, sua finalidade e o tipo de malha ou tecido utilizado. Para saber mais, entre em contato e agende uma consultoria com um dos nossos representantes.